Tipos de rede: entenda o que é LAN e como elas funcionam!

A definição mais básica que podemos utilizar para compreender as redes de internet, é pensá-las como um ponto de conexão para diversos processadores que compartilham recursos entre si. Seja em uma conexão a cabo, ou utilizando o Wi-Fi, entender o que é LAN e os diferentes tipos de rede pode ser um desafio até para quem está habituado.

Mesmo com instalações fáceis e comandos práticos de execução, as siglas podem confundir durante o dia a dia. Com a evolução da tecnologia, redes de escritório ou doméstica exigem cada vez mais conhecimento e preparo para utilizar os diversos tipos de rede de forma interligada e completa.

Para te ajudar a entender como cada tipo de rede funciona, e as principais vantagens de apostar em modelos específicos para a sua conexão de internet, a ConectWi separou um guia com definições e uso para os principais modelos do mercado. Venha conferir nossa lista e atualize seus conhecimentos!

O que é LAN? Entenda as redes locais!

Na tradução literal a LAN, ou Local Area Networks, representa as redes de conexão locais. Normalmente, suas configurações são aplicadas em espaços menores para interligar computadores domésticos a rede de internet. Escritórios pequenos, casas e até estabelecimentos comerciais menores são seu “habitat natural”. 

Utilizando a porta LAN do seu roteador de internet, é possível garantir uma troca de informações e recursos entre notebooks, computadores e periféricos que exigem essa transmissão de inerte para garantir suas funcionalidades. A única regra é que todos os dispositivos conectados à LAN apostem na mesma “linguagem” para troca de informação.

No cenário “macro” das redes de internet, temos a WAN (Wide Area Network), que simboliza o tipo de rede que é capaz de cobrir uma área física maior de acesso. Ela pode ser usada como a rede externa de empresas, universidades ou até de espaços sociais em uma cidade.

Tipos de redes e suas funcionalidades

Apesar da LAN ser o tipo de rede mais comum quando pensamos em opções domésticas ou para pequenos negócios, o mercado de conexões para a internet está em constante evolução, e é capaz de oferecer configurações e modelos que podem se adaptar a diferentes realidades de uso.

WLAN, ou a rede wireless

A funcionalidade de aparelhos eletrônicos se expande a cada ano, e apesar do computador ainda ser uma realidade indispensável, tablets, celulares e notebooks oferecem uma praticidade irresistível. E a rede WLAN foi pensada exatamente para facilitar essa conexão sem fios à internet.

A rede wireless, ou WLAN, substitui os fios na configuração, e aposta em ondas de rádio para transmitir dados e informações entre os dispositivos habilitados com a conexão a internet. O famoso padrão Wi-Fi pode ser instalado em casas, escritórios, salas comerciais, empresas e espaços sociais de médio ou grande porte.

DNS e a usabilidade no acesso

Derivada do inglês Domain Name System, a DNS representa um sistema de Nomes e Domínios que trabalha como um conversor ou tradutor para melhorar a usabilidade e a experiência no acesso a sites. Você já se perguntou porquê digitar apenas o nome do site já é suficiente para acessá-lo?

Essa é exatamente a questão que a DNS resolve! Por exemplo, ao digitar www.conectwi.com.br, o sistema trabalha para “esconder” o endereço IP completo da página. Ao identificar o IP inserido na URL, a configuração dispensa qualquer necessidade de digitar uma longa sequência de números.

WPS para proteção

Em tradução livre, o WPS (Wi-Fi Protected Setup) representa as configurações de um Wi-Fi super protegido. Garantir esse recurso para o seu roteador é essencial, principalmente em comércios ou recepções onde a circulação de dispositivos é constante, pois ele transforma a rede de forma prática e rápida.

Precisa habilitar os repetidores sem a necessidade de digitar senhas complexas? O WPS pode te proporcionar essa comodidade. Mas é necessário utilizá-lo com muito cuidado e sabedoria, já que a rede pode se tornar vulnerável a invasões de hackers com muita facilidade, e o mais indicado a desativá-la sempre que possível.

Onde tudo isso começou? Conheça a Ethernet!

Antes da LAN conectar computadores e seus periféricos, a Ethernet garantia um sistema físico que transmitisse, por meio de cabos, o sinal eletrônico para diferentes dispositivos. Esse é o padrão mais comum para garantir acessos locais, e muitos atribuem a sua funcionalidade o surgimento da internet como conhecemos atualmente.

A internet está lenta, ou chegando com um nível muito baixo de potência? Essa é a tecnologia que pode aliviar o problema, e até mesmo eliminar a situações em conexões sem fio, principalmente por sua possibilidade de ligação automática, ou plug and play.

Caso você esteja pensando em adicionar o sistema LAN, ou outros tipos de rede em sua casa, escritório, empresa, ou comércio, os testes de velocidade se tornam indispensáveis. Eles são simples, rápidos e fáceis de realizar, e muitos sites na internet disponibilizando testes gratuitos para te ajudar a entender melhor a performance de sua conexão!

Conheça outras novidades sobre conexões no blog da ConectWi, e não deixa de garantir também as principais ofertas na nossa loja online!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *