Switch escolha a melhor opção

Escolhendo o switch ideal – da rede doméstica às grandes empresas

A organização de uma rede de internet é um dos recursos essenciais para qualquer ambiente empresarial. Atualmente, o switch incorporou e expandiu a tecnologia de seus antecessores com uma série de recursos que tornaram a aquisição, a distribuição e a sustentabilidade muito mais acessíveis. Sua presença em uma rede de computadores tornou-se imprescindível, e escolhê-lo bem pode fazer toda a diferença!

Hoje, vamos discutir o papel do switch de maneira detalhada, além de te ajudar a escolher o melhor modelo para sua casa ou empresa – seja ela de pequeno ou grande porte. Preparado(a)? É só conferir!

Switch: o que é e qual o seu papel na rede?

Switches são aparelhos que permitem a conexão de diversos dispositivos a uma rede única, coordenando o tráfego de dados e evitando a necessidade de infinitos cabos e placas de rede. Sem os switches não haveria redes expandidas, e estaríamos para sempre confinados em estruturas mínimas, super restritas.   

Hoje em dia, o switch faz muito mais do que apenas substituir os antigos hubs, tão característicos das topologias em estrela. Ele é capaz de dar autenticação a todas as partes da rede sem limitar a velocidade de nenhum usuário, enviando pacotes de dados somente para os pontos que o requisitam – dessa maneira, o device pode descongestionar o tráfego e aumentar a segurança do sistema. 

É daí que vem seu nome: o switch identifica a parte da rede que fez a solicitação e faz “troca” do sinal, permitindo a comunicação exclusiva das máquinas envolvidas na solicitação. Quer entender melhor o papel do switch na rede, compreendendo as topologias diversas de maneira mais ampla? Confira já o nosso post “Tudo sobre Rede Híbrida, entenda por que escolher essa configuração”. Vale a pena a leitura! 

As várias aplicações dos switches

O switch é fundamental em muitos ambientes empresariais. Além da rede que cria para a transmissão de sinal de internet, também constrói um espaço virtual onde arquivos podem ser compartilhados e mantidos com segurança. Muitos webmasters estabelecem protocolos de segurança e outros serviços importantes para interconectar recursos como PDVs, impressoras, telefonia IP, automação de diversos serviços, segurança.

Sem switches, seria inimaginável a manutenção de um ambiente que requer determinado nível de automação ou uma demanda difusa de usuários à internet. Os switches modernos costumam ter padrões Gigabit Ethernet, capazes de comutar uma velocidade de até 1GB e comunicar placas de rede de 10, 100 e 1000 Mbps. Inclusive, essa é uma das formas as quais se refere a esse padrão. Para nossos parâmetros, é uma velocidade extrema.

Diversos switches incorporaram a tecnologia PoE (Power over Ethernet), que tem capacidade de enviar alimentação para uma série de eletrônicos via cabeamento, como câmeras de vigilância, impressoras térmicas, artigos de rede e dispositivos digitais que requerem tanto sinal quanto alimentação. Para ambientes com muitos itens de alimentação PoE, um patch panel poe é indispensável para organizar e distribuir a alimentação de maneira uniforme e prática.

Vários switches também operam como roteadores, distribuindo, simultaneamente, internet cabeada e sem fio para a maior comodidade de usuários de smartphones e tablets, principalmente. Com um switch gerenciável é possível ainda determinar as prioridades de tráfego e diretrizes de sinal.

As principais marcas e categorias de switches

A China tem grande notoriedade em relação à tecnologia de redes. Historicamente, o país promoveu rápidos processos de conectividade para fins econômicos, de alocação de recursos e militares. Não é difícil imaginar como e porque um país semifeudal se tornou o berço das maiores referências de tecnologia de rede. Sua extensão territorial, o grande volume populacional e a sua organização interna exigiam massiva tecnologia para uma expansão rápida. 

O governo chinês virou acionista e grande incentivador de várias empresas que hoje são líderes mundiais, como TP-Link, D-Link e inúmeras outras que promoveram grandes mudanças de paradigma nos serviços de rede, como a fibra óptica. Outras marcas de destaque, como a lituana Mikrotik e a americana Ubiquiti também são populares mundialmente por tecnologias como UniFi, para ambientes públicos e hoteleiros.

Selecionando o switch ideal para cada situação

Adequar as funcionalidades dos diversos modelos de switch às necessidades específicas da sua casa ou empresa é essencial para não se comprometer com gastos desnecessários. A seguir, confira quais são as escolhas ConectWi para uso doméstico, empresas pequenas e grandes organizações:

 

  • Escolhendo um Switch para sua casa

 

Para uso doméstico, recomendamos um único aparelho que faça a comutação dos sinais de rede e possibilite a utilização sem fio. Muitos dos switches de 8 portas Mikrotik possuem o recurso de roteador integrado, para que usuários de todos os dispositivos aproveitem o sinal com qualidade, sem nenhum congestionamento. O custo não costuma ser alto e a quantidade de portas atende bem às redes mais simples. 

Além disso, também são ideais para pequenas clínicas, em que há terminais na parte de atendimento. Assim, você pode distribuir o sinal sem fio para os pacientes na sala de espera, por exemplo. 

 

  • Switches para o comércio e pequenos escritórios

 

Para um comércio ou escritório pequeno, um switch de 16 portas não gerenciável com recursos PoE é uma opção muito viável, pois tem um custo modesto e é capaz de conectar impressoras térmicas, leitores de códigos de barras e câmeras de vigilância.

Em um escritório dessas proporções, as 16 portas servem para conectar as impressoras, além de facilitar a implementação de tecnologia VoIP, que certamente trará uma relativa economia no final do mês – tanto em telefonia quanto energia. Vale a pena investir no equipamento!

 

  • Modelos para escritórios de grande porte, indústria e ambientes públicos

 

Universidades, hospitais, repartições públicas e ambientes em que há um fluxo massivo de trabalho requerem ampla conectividade. Um switch de 24 até 48 portas é fundamental para garantir a expansão e qualidade de todos os usuários conectados.

E mais: dados públicos precisam de atenção especial contra sequestros e hackers. Serviços de switch sem fio podem ser fornecidos aos usuários, como as tecnologias UniFi da Ubiquiti.

A indústria pede uma atenção a mais em relação aos serviços de rede, pois muitas possuem aparelhos automatizados por diretrizes computacionais. Um switch gigabit é essencial para atender às demandas de conectividade entre os terminais.

E aí, está curtindo o conteúdo? Deixe um comentário abaixo com sua dúvida, sugestão ou opinião! Sua contribuição é essencial para que nosso espaço de informação, conectividade e tecnologia continue crescendo! E não se esqueça de seguir a ConectWI no Instagram, para mais conteúdo rico sobre redes. 

Até o próximo post, pessoal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *