Cooler para PC: conheça diferentes modelos e saiba por que usar!

O superaquecimento é perigoso para o seu PC. Esse processo é bastante comum e pode forçar o desligamento em momentos decisivos, além de provocar a queima de componentes. Aí, já sabe, o prejuízo é grande – em especial se o elemento queimado for o processador, uma das peças mais caras da máquina. 

Para evitar esses problemas existem os coolers, elementos de resfriamento do hardware que mantêm uma temperatura segura no interior do PC. Está perdido no assunto? Vem com a ConectWI e conheça os principais tipos de coolers, quais são suas funções e por que utilizá-los!

Afinal, o que são coolers?

De maneira literal, “cooler” é uma palavra em língua inglesa que significa resfriador, e denomina qualquer equipamento ou dispositivo utilizado para resfriar objetos. Existem coolers para bebidas, por exemplo, que resfriam latinhas ou garrafas prontas para o consumo. 

Em informática, no entanto, cooler designa especificamente uma peça resfriadora utilizada principalmente sobre o processador, para dissipar o calor gerado. Existem configurações diferentes para esse componente, que também pode ser usado em outros locais do seu hardware. Sobre isso trataremos logo adiante, no próximo tópico. 

Afinal, por que os PCs superaquecem e precisam de sistemas de resfriamento mais e mais eficientes? Bem, devemos lembrar que o calor é um efeito natural do trabalho da eletricidade, que gera níveis de resistência variáveis ao circular pela máquina. 

Nessa conta, os processadores ocupam espaço especial, gerando calor a medida que são mais exigidos e processam quantidades massivas de dados. Quanto mais potente e mais utilizado for o seu processador, maior será o calor gerado. 

Apesar de não serem as principais fontes de calor, placas de vídeo e fios de alimentação também contribuem para as altas temperaturas. A memória RAM também pode estar atuando neste sentido, num processo semelhante ao dos processadores. Por todas essas razões, um bom sistema de arrefecimento é mais que necessário! 

Os vários tipos de coolers

Como dissemos anteriormente, as peças de hardware na qual a maior parte das pessoas pensa ao falar de coolers são os dispositivos de arrefecimento do processador, compostos de uma placa metálica com uma ventoínha. 

No entanto, existem outros mecanismos de resfriamento para outras partes do PC, assim como já estão disponíveis peças mais eficientes com funcionamento diferente para resfriar o processador. A seguir, você poderá conhecê-las mais de perto:

 

  • Air cooler

Também chamado de cooler box, esse é o equipamento de arrefecimento mais popular e aquele que costuma vir instalado na maioria dos PCs de fábrica. De início, o resfriamento dos processadores contava apenas com a placa metálica colocada em contato direto com a peça, e as características condutoras do metal deveriam dissipar o calor gerado no processamento de dados. 

 

Com a evolução desses sistemas, a placa deixou de ser suficiente, e uma ventoínha foi acrescentada na parte superior para que o fluxo de ar acelerasse o processo de dissipação. 

Dentre suas desvantagens está o barulho produzido pelo girar dos ventiladores, que pode incomodar alguns. Seu potencial de resfriamento também é limitado, oferecendo certa instabilidade aos PCs mais exigentes. Ainda hoje, entretanto, este é um sistema bastante eficiente, atendendo bem às necessidades de um PC de exigência média-alta.

Seu efeito pode ser potencializado pela adição de pasta térmica, um componente altamente condutor que otimiza a dissipação realizada pela placa metálica. As versões mais sofisticadas das cooler boxes são bem estáveis e contam com duas ventoinhas, para evitar panes gerais. Elas também se destacam pelo preço baixo: são opções acessíveis e se encaixam bem naquilo que a maior parte das pessoas procura. 

 

  • Water cooler

Os equipamentos chamados de water cooler utilizam água ou outros líquidos para refrigerar os componentes de um computador. Estão disponíveis em algumas configurações diferentes, mas seu funcionamento é quase sempre o mesmo: uma base metálica fica em contato direto com o processador, enquanto as mangueiras conectadas ao radiador fornecem água refrigerada, que coleta o calor da placa. 

 

Dessa forma, a água aquecida pelo processador sai por uma das mangueiras, passa pelo radiador (que se parece com o de um carro, em dimensões menores) e retorna pela mangueira oposta, pronta para realizar o processo novamente. 

É possível instalar modelos prontos, também chamados de lacrados, mas muitos dos water coolers mais potentes são personalizados, com mangueiras compridas e complexas que resfriam diversas partes do PC, como a placa de vídeo, memórias RAM e fios de alimentação.

Como já se esperava, esta é uma opção mais cara, indicada para computadores de alta exigência. Em contrapartida, também é muito mais eficaz e estável. Uma de suas desvantagens, no entanto, é a possibilidade remota de vazamento, fator que exige uma instalação cuidadosa.

 

  • Fan coolers para gabinete

A maioria dos PCs tradicionais já conta com um fan na parte posterior do gabinete. Ele não é necessariamente um cooler, já que não possui uma placa metálica de dissipação. Sua função central é retirar o ar quente de dentro da máquina, promovendo uma circulação de ar mais eficiente.

 

Muitos usuários preferem incrementar seu sistema de arrefecimento já existente com um kit de fans para gabinete, com duas ou três ventoinhas instaladas na parte anterior e posterior, de maneira estratégica. Em conjunto, os ventiladores fazem com que o ar frio seja puxado para dentro da máquina, enquanto o ar quente é expulso. 

Como em qualquer cooler a ar, o barulho gerado pode ser um ponto a se considerar. De qualquer forma, esses elementos são baratos e muito úteis, mostrando-se eficientes como um upgrade acessível para PCs exigentes. 

E aí, já sabe qual a estratégia de dissipação de calor é a mais adequada para o seu equipamento? Então conte tudo pra gente nos comentários. Solte o verbo e contribua com nossa discussão contínua sobre tecnologia! E se quiser mais conteúdos como este, fique atento às atualizações do blog, que acontecem toda semana.

Quer participar da comunidade ConectWI, interagindo com a loja e recebendo todas as novidades em primeira mão? Siga já nossa página no Instagram e fique por dentro de tudo que acontece no universo conectado!

Até o próximo post e ótima semana!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *