Internet Wi-Fi instável e caindo: quais as causas e o que fazer

Não existe ser neste mundo que não tenha perdido a cabeça com um sinal lento ou instável de Wi-Fi. O problema pode ser muito irritante e costuma aparecer justo quando mais precisamos da conexão.

Para te ajudar nesses momentos de fúria, listamos alguns fatores que podem ser grandes os responsáveis pelo sinal ruim. Adiantamos que muitos elementos entram no jogo, e nem sempre seu serviço de internet é o grande culpado.

O que pode influenciar na conexão Wi-Fi?

Problemas com internet ou conexão Wi-Fi nem sempre são culpa do provedor. Antes de tomar decisões drásticas e assinar um serviço novo, teste alguns elementos importantes que, se otimizados, podem solucionar a instabilidade. A seguir, listamos os fatores que podem exibir problemas e mostramos o que você deve fazer com cada um deles. Olha só:

  • Roteador travado

Nosso primeiro item é o clássico roteador travado. O problema é muito comum, tão frequente que a primeira sugestão de todos os provedores e técnicos é realizar a reinicialização do aparelhinho. Mas como um simples “desliga e liga de novo” pode salvar sua conexão?

Os roteadores travam por diversas razões, e os picos de energia são as principais, podendo até causar danos no hardware. Chamamos de picos de energia os momentos em que a rede elétrica recebe mais força que o comum, evento já esperado durante mudanças climáticas rápidas, por exemplo.

Os equipamentos conectados na tomada recebem essa sobrecarga e, no caso dos modems, o sinal é interrompido mesmo que o aparelho continue a funcionar. Ligar e desligar, neste caso, é a solução rápida. Para evitar que seu roteador receba picos frequentes de energia, instale um filtro de linha.

  • Distância e posição do roteador

Mesmo as conexões mais velozes podem ser muito afetadas pela posição física do roteador. Isso mesmo, o local em que o aparelho está instalado interfere na estabilidade e velocidade da sua conexão. O fenômeno ocorre, pois, mesmo que esqueçamos deste detalhe, o Wi-Fi continua sendo uma onda eletromagnética física, que tem seus limites de distância.

Essas ondas são barradas pelas paredes de uma casa, por exemplo. Portanto, saiba que quanto mais paredes separam seu device do roteador, mais fraco será o sinal. Posicionar seu celular ou notebook em um cômodo mais próximo do roteador pode ser uma solução interessante.

Espelhos também podem afetar seu sinal. Se o roteador fica posicionado de frente para um espelho grande, a superfície refletiva vai rebater as ondas eletromagnéticas e impedir que abranjam a maior área possível.

Procurando pelo ponto perfeito em sua casa para instalação do roteador? Escolha um local central, com acesso livre para muitos cômodos, e certifique-se de que as antenas estão desbloqueadas, livres de objetos muito próximos que possam interromper seu sinal. Na sua casa há um corredor com acesso a muitas portas? Este pode ser um local interessante!

  • Interferências no roteador

Esse é um dos problemas mais frequentes e menos conhecidos do grande público. Pouca gente sabe que o roteador transmite dados a partir de alguns canais de frequência (em geral, 2.4MHz e 5MHz). O que acontece é que muitos outros roteadores e equipamentos da sua casa (ou fora dela) também trabalham no canal mais comum, o de 2.4MHz

Isso gera grande interferência de sinal, que fica mais e mais instável. Pasmem, até o forno micro-ondas e o telefone sem fio emitem ondas que podem acabar com a estabilidade do seu Wi-Fi!

Para solucionar o problema, mude o canal do seu roteador para outro menos congestionado. Isso pode ser feito facilmente com o aplicativo Wi-Fi Analyser, que mostra o melhor canal para posicionar seu roteador e analisa a velocidade pós mudança.

  • Sobrecarga da rede

TV, notebooks, tablets, desktops e celulares, tudo conectado na mesma rede Wi-Fi. Mesmo que a cobertura do sinal esteja boa e abranja a todos os cômodos, a sobrecarga da rede pode ser um passaporte bem rápido para internet instável.

Novamente, lembre-se que sua rede tem um nível de processamento limitado, e mesmo que os outros equipamentos não estejam sendo usados no momento, podem estar executando programas em segundo plano que pesam na conta. Se está enfrentando um sinal fraco, experimente desconectar alguns aparelhos de que não vai precisar de imediato.

  • Falha no dispositivo

Tentou de tudo e ainda enfrenta instabilidade com sua conexão? O problema pode estar no dispositivo que está tentando conectar. Uma ação rápida capaz de solucionar a questão é redefinir as configurações de rede, botão disponível no menu configurar da maioria dos celulares, notebooks e demais aparelhos com conectividade.

E aí, conseguiu tirar suas dúvidas? Solte o verbo e conte pra gente nos comentários, vamos adorar te ver por lá. Para mais informações de ponta sobre tecnologia e conectividade, permaneça ligado nas atualizações do blog ConectWi! Postamos semanalmente.

Até a próxima e tenha uma ótima conexão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *