A história da telecomunicação: saiba mais sobre isso!

Você já se deu conta do quanto as telecomunicações são essenciais para o nosso dia a dia? Esse fato já era uma realidade há alguns anos. Mas, atualmente, é impossível pensar em uma rotina sem a presença indispensável da telecomunicação.

Quando esquecemos o celular em casa passamos boa parte do dia incomodados, como se estivesse faltando algo totalmente fundamental (para muita gente realmente é). Afinal, é ali que encontramos dados e informações sobre todo o mundo, na palma da mão.

A verdade é que a cada dia estamos mais conectados, nossos círculos virtuais estão totalmente enraizados nas redes sociais e até mesmo o nosso trabalho costuma depender da internet diariamente.

Mas como será que tudo isso funcionava lá atrás? Em meados do século XIX, como funcionava os processos de transmissão de dados? Para te ajudar a entender um pouco mais sobre essa trajetória montamos uma linha do tempo da história das telecomunicações.

Ela é rápida e objetiva, mas para entendê-la completamente precisamos começar do início. Vamos lá?

O que é telecomunicação? 

Quando falamos sobre telecomunicações entenda que estamos abarcando todas as formas possíveis de comunicação a distância. O prefixo “tele” é uma palavra grega que significa “longe” ou “distante”. 

Por isso, entendemos como telecomunicação determinada técnica que permite a transmissão de uma mensagem que percorre de um ponto ao outro de forma bidirecional, na maioria da vezes. 

Temos como exemplo as redes de telefonia, rádio, televisão, assim como a transmissão dos dados por meio dos computadores. Sendo assim, as empresas de telecomunicação são aquelas que oferecem qualquer tipo de serviço de comunicação a distância. 

Qual foi o primeiro aparelho de telecomunicação? 

Em 1840, Samuel Morse registrou a patente do que viria a ser o primeiro aparelho moderno de telecomunicação da história. Tratava-se de um telégrafo que utilizava código Morse, possuía um transmissor, um cabo e um receptor. 

O transmissor era formado por uma alavanca que se conectava a uma pilha. Quando essa alavanca era pressionada, um circuito era fechado e permitia que uma corrente chegasse até o receptor por meio do cabo. 

Ao receber essa corrente, o receptor, que tinha um eletroimã, atraía uma roda banhada em tinta e a colocava em contato com um rolo de papel, que ia sendo marcado pela tinta de acordo com o código provido pelos impulsos elétricos

É claro que essa tecnologia não ficou restrita apenas à New York e logo se espalhou por diversas áreas do mundo, chegando a contar com cabos transatlânticos que realizavam a comunicação entre países de continentes diferentes.

Depois do telégrafo: novas tecnologias 

O conceito do telégrafo fez com que outras tecnologias de informação rápida e instantâneas começassem a surgir. Em 1890, o cientista estadunidense Alexander Graham Bell anunciou a criação do telefone e logo desenvolveu a companhia telefônica Bell.

Essa invenção aumentou exponencialmente o alcance das telecomunicações. Ainda no mesmo século, foi a vez do físico Heinrich Hertz descobrir as ondas eletromagnéticas. Esse foi um fator fundamental para o desenvolvimento do rádio e da TV. 

No Brasil, em meados de novembro de 1879, aconteceu a outorga da primeira concessão para a exploração da telefonia fixa no país. Foi no  Rio de Janeiro e os direitos foram cedidos à empresa que representava os interesses da Bell Telephone Company no Brasil. 

A Guerra Fria e o desenvolvimento das telecomunicações 

Nesse época, as pessoas sequer imaginavam que estavam prestes a passar por um dos períodos mais drásticos e tensos historicamente. Mas, foi no auge da Guerra Fria e por influência dela, que o evento mais crucial da telecomunicação aconteceu.  

Durante a década de 60, vários cientistas e pesquisadores soviéticos e americanos trabalhavam arduamente para interligar computadores em uma grande rede. Naquela época, os PCs já existiam, no entanto, não podiam ser usados para comunicação a distância. 

Foi quando, em 1969, algo muito importante ocorreu: o primeiro e-mail da história foi enviado. O professor Leonard Kleinrock, engenheiro e cientista da computação, fez uma tentativa de enviar a palavra “LOGIN” por meio de seu computador, para outro. 

Na ocasião, a mensagem transmitida foi “LO”. Pode parecer uma falha, mas, na verdade, o teste foi um sucesso: a transmissão aconteceu! A partir daí, nada mais poderia ser como antes, estávamos entrando na era da internet! 

A evolução das telecomunicações: até onde iremos?

Talvez você tenha julgado o início da história das telecomunicações muito pequeno e discreto. Porém, com certeza também se impressionou com os avanços que ocorreram através daqueles pequenos passos.

Hoje, vivemos conectados e a tendência é que essas relações virtuais continuem a crescer. Constantemente acompanhamos avanços tecnológicos no setor de Inteligência Artificial, a cada dia a mobilidade na comunicação se torna mais ágil e segura.

Sem dúvidas, a trajetória da telecomunicação é uma daquelas matérias indispensáveis sobre o mundo. A ConectWi é especialista em Produtos Wirelles, como Redes Cabeadas, Redes Wireless, Fibra Óptica, entre outros.

Por isso, estamos de olho em cada avanço relacionado a Telecom, afinal, conectividade é o nosso grande lema! Continue acompanhando nosso blog para ter acesso a outras novidades.

Até o próximo post!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *