Gateway: entenda o que é e para que serve essa tecnologia

Para aperfeiçoar a infraestrutura de rede da sua empresa, é necessário entender todos os seus componentes, funcionalidades e a importância de cada um. O Gateway, por exemplo, é uma parte essencial dessa tecnologia. Você sabe, exatamente, o que é e para que serve o Gateway?

No post de hoje, a ConectWi vai explicar tudo o que você precisa saber sobre esse dispositivo tão importante, que pode melhorar sua estrutura de rede. Acompanhe a leitura!

O que é Gateway?

O Gateway, basicamente, é um dispositivo que conecta diferentes redes, oferecendo soluções para o tráfego de dados e informações entre elas – uma definição simples para um trabalho muito complexo. Traduzida do inglês, a palavra significa, literalmente, porta de entrada, portal, acesso.

Essa ferramenta pode ser um roteador, um firewall ou até mesmo um computador. Ela facilita e faz a intermediação entre a rede de internet e o receptor (host), seja ele um celular, notebook, computador ou tablet. Dependendo do caso, um proxy também é visto como um Gateway, por servir como mediador de dados, em um nível mais restrito.

A forma mais comum de Gateway que encontramos no dia a dia são os roteadores de internet, sejam residenciais ou empresariais. Diferentemente dos outros exemplos citados, o roteador é o único dispositivo que tem conexão direta com a internet; os outros tem de passar por ele.

Nesse caso, ele faz a conexão entre a rede e o servidor da internet, garantindo que esse processo de comunicação funcione corretamente. Já explicamos, aqui no blog, as diferenças entre um roteador doméstico e um corporativo. Continue lendo para saber mais!

O firewall atua como um filtro de segurança para os dados transmitidos entre as redes. Essa é uma das principais funções do Gateway: fornecer recursos que protejam as informações. Saiba mais sobre a finalidade desse dispositivo, a seguir.

Para que serve um Gateway?

O Gateway funciona mesmo como um portal de acesso, uma ligação entre dois pontos, como um computador e a internet. Mais do que isso, suas funcionalidades incluem:

  • Ajuda na transmissão de informações. De acordo com parâmetros preestabelecidos, o Gateway organiza o fluxo de informações entre as redes.
  • Tradução de protocolos e sinais de dados das redes. O dispositivo faz a correspondência entre redes de diferentes sistemas, convertendo os dados e permitindo que ambos os lados se entendam nesse processo. Um exemplo de protocolo de conversão de endereços de rede é o NAT, da AWS.
  • Separação de domínios de colisão.
  • Conversão de taxas de impedância e os demais aspectos que poderiam afetar a comunicação entre as redes. Realizam a conversão de protocolo em diversas camadas da estrutura de rede.
  • Quando presente em roteadores, ele realiza o mapeamento de IPs de forma assertiva.
  • Protege as informações e os dados que transitam pelas redes conectadas, garantindo que nada seja afetado.

Uma mesma conexão entre redes pode ter diversos Gateways, com diferentes funções: transmitir, proteger, traduzir. Há dispositivos para distribuir a conexão de forma mais otimizada, por exemplo.

Garanta a segurança da sua infraestrutura de rede

Por ser o ponto principal de conexão e acesso entre redes, é importantíssimo que o Gateway tenha forte segurança. É necessário instalar ferramentas para detectar e combater tentativas de invasão e ataques, como os firewalls.

São os firewalls que protegem o computador de ameaças externas. Protocolos codificados também ajudam a manter a rede segura. Nesse caso, outros serviços de rede podem ser incorporados, como o proxy e o já citado NAT.

Na ConectWi sempre levamos até você produtos de qualidade e confiança, que atendam às necessidades tecnológicas da sua empresa. Em nosso site, você encontra Gateways para impulsionar sua infraestrutura de rede. Escolha a densidade mais adequada e aproveite nosso custo-benefício!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *