Montar provedor de internet.

Dicas sobre como montar um provedor de internet.

Entenda os princípios de como montar um provedor de internet.

A internet é um dos serviços mais importantes para o mercado e uso doméstico em todo o mundo. Montar um provedor de internet tem uma demanda massiva, pois muitas telefônicas não se interessam em distribuir seus serviços em áreas com poucos consumidores e infraestrutura cara.

A prestação de serviços de internet possui dinâmicas que sempre evoluem, facilitando a vida de usuários e de novos provedores. Assim como a maioria dos serviços, o provedor exige um investimento inicial, mas seus aparelhos costumam ter boa longevidade, com recursos de bastante escalabilidade, garantindo um gasto menor para a atualização da infraestrutura.

Se você pretende criar o seu próprio provedor de internet, separamos alguns princípios básicos para te ajudar. Confira já!

As licenças para montar um provedor de internet.

A agência que regula os serviços de internet é a ANATEL – Agência Nacional de Telecomunicações. É fundamental obter uma licença legal para operar, ok?

A licença padrão para serviços de internet é a SCM, Serviço de Comunicação Multimídia, que deve ser requerida junto a ANATEL. Uma vez paga a taxa e outorgada a licença (que custa em torno de R$ 9.000,00) você já pode começar a operar legalmente. Lembrando que para operar em sua cidade é importante que você consulte o CREA para ter auxílio especial em relação às instalações aéreas e subterrâneas em conjunto com a prefeitura e conhecer melhor as especificidades do ambiente onde deseja começar.

Além disso, é necessário ter Pessoa Jurídica para fazer o requerimento e para que provedores com menos de 5 mil usuários recebem uma dispensa, contanto que continuem mantendo seu cadastro e informações junto ao órgão.

Algumas taxas, condições específicas de licenças e outros pormenores podem ser consultados no FAQ da própria agência através deste link. Dá uma olhadinha.

Adquirindo o link para operar em seu provedor.

Para distribuir um sinal de internet, você tem de ter um link, que normalmente é adquirido através das grandes telefônicas do país, donas da infraestrutura.

Existe um preço para cada 1 Mb de sinal adquirido, o número de Mbs de velocidade ficam a critério da provedora. Como os links dedicados costumam ser caros, é comum que pequenos provedores tenham seu link de outros servidores.

Localização e estrutura do provedor.

A melhor forma de ganhar notoriedade com seu serviço é oferecer qualidade, certo? Antes de tudo, a localização do seu provedor deve ser muito bem pensada, pois isso reduzirá custos operacionais e de infraestrutura sem reduzir o bom desempenho.

Escolha uma localização estratégica para distribuir seu serviço, seja via rádio ou via cabos.
Para sinais de rádio, é indispensável uma posição central em relação à localização de seus clientes.

Ao escolher o topo de um prédio bem situado no centro da cidade, por exemplo, você terá facilidade em oferecer sinal para a região comercial e os bairros ao redor. Nesses bairros, dá para alugar postes para aumentar o número de enlaces ou ter uma antena direcional potente.

Para redes de cabo, em regiões mais restritas, é importante que sua base esteja perto de uma infraestrutura preparada, prédios, condomínios, bairros, universidades, áreas industriais.

Pensar esses aspectos podem fazer uma grande diferença em seu investimento, acredite!

Fibra Óptica x Internet à Rádio.

Muitos provedores se especializam em um modelo específico, de acordo com as demandas de seus usuários. A fibra óptica é um serviço de alta qualidade. Porém, é caro, sendo mais rentável em espaços pequenos em que o custo pode ser socializado por parte dos usuários, como prédios e condomínios.

Já o provedor de internet via rádio tem custos menores e um trabalho operacional menos custoso em alguns aspectos. É ideal para regiões mais remotas, para a distribuição de sinal com um valor mais acessível.

Equipamentos para provedor de internet.

Veja agora os principais equipamentos para o provedor de internet de cada modalidade:

Para internet a cabo, você precisará de itens, como switches, terminais de linha OLT ou ONU (entenda a diferença entre os módulos nesta postagem da ConectWi [postar o link do post que fiz sobre o tema], fontes, um grande volume de cabos, extensores e splitters, quadros de distribuição, uma máquina de fusão e equipamento de testes da fibra óptica, caixas de emendas,  ferrarias e equipamentos especiais para operar e instalar a infraestrutura.

Além disso, é importante considerar o aluguel de postes, as instalações aéreas e ocasionais instalações subterrâneas. Futuramente, prepararemos um post especial para cada uma das duas modalidades com seus pormenores, assine a newsletter para ser avisado sempre!

Para um provedor de internet a rádio, é preciso contar com switches, patch panels de acordo com o número de antenas, rádios, bridges e antenas, divididas entre algumas categorias, conforme as necessidades e demandas. Separamos um post onde você pode conferir os diferentes tipos de antenas de internet setoriais, omnidirecionais e direcionais e os rádios e conexões PTP e PtMP. E não se esqueça de proteger seus equipamentos com shields.

É essencial, em ambos os casos, revender produtos de uso para o cliente final, como pontos de acesso, roteadores, routerboards, antenas de cliente, switches e até pequenos acessórios e ferrarias.

Considerações extras sobre como montar um provedor de internet.

Leve em conta, além da localização, as competidoras e busque vantagens comparativas nas áreas com alta demanda. Assim, você é capaz de se especializar em uma modalidade e uma região e poderá prestar o melhor serviço nela com custos menores para ambas as partes.

Após consultar a viabilidade, os custos e a concorrência, tire todas as suas dúvidas com as secretarias de seu município, especialmente junto ao CREA para entender o ambiente urbano e as demais licenças necessárias para operar e fazer modificações.

Tenha pessoas treinadas ou ofereça um bom treinamento. Um bom serviço prestado, em muitas situações, requer menos reparos. Invista em boas marcas, com longevidade.

Tenha todas as licenças operacionais em dia e fique em dia com o fisco também. Geralmente, as empresas que recebem isenção costumam ficar liberadas no regime tributário. Dado o seu tamanho e rendimento, consulte um bom contador para ficar por dentro de seus direitos, isso poderá salvar um dinheiro extra para os primeiros investimentos com equipamentos e estrutura.

Montar um provedor de internet é um serviço com grandes potenciais de mercado e, para adquirir os melhores equipamentos e ferramentas, a ConectWi fornece um catálogo completo das maiores marcas, tanto de fibra óptica, quanto provedor de internet a rádio.

Faça um orçamento conosco. E, para continuar por dentro dos assuntos e guias sobre o mundo dos provedores e redes, assine nossa newsletter e receba todos os nossos conteúdos em primeira mão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *