Investir em provedor de internet: o que fazer?

Quando falamos em provedores de internet a primeira coisa que vem a mente são as grandes empresas de telecomunicações. Porém, há também outras empresas que ofertam o mesmo tipo de serviço e, muitas vezes, com qualidade e estabilidade melhores do que as grandes concorrentes. Contudo, um dos grandes problemas enfrentados por estas empresas é a sua capacidade de áreas atendidas e o alto investimento em equipamentos.

Como o objetivo de toda empresa é o bom atendimento dos seus clientes e o seu crescimento propriamente dito, são necessários investimentos no seu plano estratégico e na sua infraestrutura. Não existe outra forma de crescimento sem que haja investimento. E como uma empresa provedora de internet pode crescer? Aumentando sua capacidade e qualidade de sinal – no caso dos provedores que oferecem acesso via rádio -, mapeando as regiões e possíveis barreiras que afetam diretamente o seu sinal, para assim investir em equipamentos que eliminem essas barreiras de transmissão e recebimento do sinal.

Há também a opção do uso de fibra óptica. Esta é uma tecnologia de valor elevado, porém, os seus benefícios compensam o alto custo de implantação, bem como a elevação da qualidade do serviço prestado no fornecimento de internet. Veja algumas vantagens:

• Possuem maior capacidade de transmissão, consequentemente, maior velocidade;
• Menor perda de sinal e queda da qualidade transmitida e recebida;
• Por trabalhar com sinal luminoso, não sofre interferência por parte de outras fibras presentes no mesmo cabo;
• Possui baixo consumo energético;
• Utiliza sinal digital, o que é um ambiente e tecnologia propícia às redes de computadores e telecomunicações;
• Não possuem riscos de curto-circuito;
• São mais duráveis, pois, não são compostas de material metálico, que são suscetíveis à oxidação.

O uso da fibra óptica é apenas parte do caminho a ser trilhado. Junto a ela devem ser utilizados equipamentos de qualidade e métodos que utilizem todo o seu potencial. O uso da arquitetura de Redes PON (Passive Optical Network / Redes Ópticas Passivas), onde a arquitetura é do tipo multiponto, permite atender vários usuários utilizando uma mesma fibra. Para isto, são necessários o uso de OLT (Optical Line Terminal), ONU (Optical Network Unit) e Splitter (Divisor óptico passivo – DOP). Então, seguindo na distribuição, ficará da seguinte forma:

Link > Switch > OLT > Fibra Óptica > Splitter > ONU > Usuários
Há também outras modelagens de estrutura de rede, porém, a escolha deve estar de acordo com o modelo do negócio e a quantidade de usuários atendidos.

Antes de começar a colocar em prática os investimentos é preciso elaborar um plano de ação detalhado, contendo informações desde as características dos clientes, as maiores demandas do serviço, as características dos serviços ofertados, os objetivos que deseja alcançar e os equipamentos necessários para a alavancagem do negócio (prevendo uma margem de segurança com sobra de recursos). Em posse deste documento que servirá como um “plano de voo” os gestores terão como rota e procedimentos para realizar o investimento no provedor de internet.

Não se esqueça do foco no cliente

Todo e qualquer esforço organizacional deve ser com foco no bom atendimento do cliente. Este sim é o principal objetivo das operações diárias. Conhecer o perfil dos seus clientes, suas necessidades, hábitos de consumo dos produtos correspondentes é uma etapa muito importante. A utilização de um sistema CRM (Customer Relationship Management / Gerenciamento de Relacionamento com Clientes) ajudará na gestão dos clientes, suas demandas, atendimento proativo e moldes personalizados. Por este tipo de sistema também é possível monitorar as mudanças de comportamento de uso e consumo dos produtos do provedor de internet, bem como dar subsídio de informações que auxiliarão na elevação dos níveis de atendimento e dos produtos ofertados.

Estabelecer SLAs (Service Level Agreement/Acordo de Nível de Serviço) é outro fator muito importante, pois quando um cliente solicitar algo saberá o seu prazo de atendimento. Busque sempre cumprir estes prazos e, se possível, cumpra antes do vencimento do SLA. Isto trará credibilidade junto ao cliente e é do conhecimento de uma maioria que “cliente satisfeito é a melhor propaganda de um negócio”.

Ao precificar os serviços pense no cliente e nos potenciais concorrentes. Na era do conhecimento e globalização a fidelidade é o mérito do que melhor se sair no trato dos seus usuários.

Tenha uma equipe preparada para realizar o atendimento, pois não há nada mais negativo à imagem de um empreendimento do que um péssimo atendimento, com informações vagas e imprecisas. Ter o perfil organizacional de “encantar o cliente” deve ser uma das maiores premissas, aliadas a bons produtos e serviços.

Por que investir em Fibra Óptica?

A internet comercial tem poucos anos de vida, mas já mostra ser um grande alvo de investimentos. No Brasil o […]

tecnologia olt gpon

Você Conhece a Tecnologia OLT GPON?  

GPON é a sigla para Gigabit Passive Optical Network, que traduzido para a Língua Portuguesa, significa Rede Óptica passiva Gigabit. Essa […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *