Saiba como os cabos de fibra óptica funcionam e são criados

Talvez alguns não saibam, mas os cabos de fibra óptica estão muito presentes em todo o nosso dia a dia. Pra quem acha que não utiliza esse tipo de fiação e não precisa compreender seu funcionamento, está muito errado! São eles, os cabos de fibra óptica, que sustentam boa parte da internet. Vai dizer que a internet não faz parte da sua vida? Hoje em dia, acho difícil.

Por esse motivo, esse artigo irá explicar como ele funciona e entender como os dados trafegam através dele.

Os cabos de fibra óptica foram desenvolvidos com base na propriedade de guiamento da luz, que, por sua vez, só acontece por conta do princípio de reflexão total. Ao incidir luz sobre determinada superfície, três coisas distintas podem acontecer:

01. A luz é absorvida;

02. A luz é refratada, ou seja, atravessa o meio;

03. A luz é refletida.

Porém, sobre determinada situação, a luz que incide sobre uma superfície pode ser completamente refletida, momento em que consideramos que está havendo reflexão total. Isso só acontece quando o índice de refração – relação entre a velocidade da luz no vácuo e a velocidade da luz em um determinado meio – de um meio a partir do qual a luz está vindo é maior do que o índice de refração do meio para o qual a luz está indo. Além disso, deve-se respeitar um ângulo limite a partir do qual haverá o fenômeno batizado de reflexão total.

Tudo isso pode parecer grego para você, mas entenda da seguinte forma: os cabos de fibra óptica, tão importantes para sustentar a internet no mundo todo, só são possíveis graças a um fenômeno físico chamado “reflexão total”.

E DO QUE É FEITA A FIBRA ÓPTICA?

Geralmente, os cabos de fibra óptica possuem um núcleo de vidro puro criado com base no dióxido de silício, um elemento químico encontrado em abundância na natureza. O seu revestimento também é feito a partir do mesmo composto, mas é misturado para resultar em um índice de refração menor quando comparado ao seu interior – lembre-se do conceito de reflexão total.

Para construir longos cabos de fibra óptica, um cano de vidro é utilizado em um processo complexo e caro até que se tenha a espessura de aproximadamente 1/8 de milímetro, ou seja, mais fino que um fio de cabelo. Porém, para poder cruzar oceanos e longas distâncias em diversas situações, os cabos possuem revestimentos resistentes capazes de fazer o interior sobreviver por longos períodos.

MAS COMO OS DADOS TRAFEGAM?

Parece difícil imaginar como todos os dados que utilizamos dia a dia trafegam por meio de fibras de vidro, mas é fácil entender quando compreendemos como tudo acontece. Em vez de enviar as informações do jeito que elas chegam, os cabos de fibra óptica as transformam em algo que possa ser transmitido por esse meio: luz. O funcionamento do Código Morse pode servir de base para entendermos o que ocorre.

Quando a luz pisca dentro de um cabo de fibra em certa frequência ou sequência, estamos transmitindo determinada informação. Agora imagine isso acontecendo na velocidade da luz. Não importa quantos dados precisam ser passados por meio desses cabos; eles serão “convertidos para luz” e rapidamente transmitidos até o outro lado em uma velocidade incrível.

E é assim que os cabos de fibra óptica são construídos e funcionam para sustentar a internet como a conhecemos.


CLIQUE AQUI
 PARA ADQUIRIR INTENS FTTX.

 

Saiba quais são os serviços oferecidos pela ConectWi

Nossa empresa quer atender você sempre da melhor forma possível. Por esse motivo, criamos a Conect Services, que se resume em […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *